01-Perfeccionista.png

REFORMISTA E PERFECCIONISTA

Resumo do Perfil

  • Motivador: Ser alguém correto
  • Ideia Sagrada: Buscar a perfeição
  • Fixação: Organização
  • Quando neuróticos...: Caminham para o perfeccionismo e crítica excessiva - tanto do seu trabalho quanto dos outros
  • Frase: "É obvio que isto não está bom; se você se esforçasse mais, entenderia que bom é inimigo de ótimo"

Dentro de empresas

Este perfil por ser um ótimo líder, utilizando o melhor de sua integridade e bom senso, ou destruir equipes ao deixar se levar pela busca da perfeição e o ressentimento de não alcançá-la.

Acabam preferindo áreas em que seus esforços possam ser mensurados. Contabilidade, financeiro, organização e métodos são algumas das áreas comuns. Seu senso prático é muito útil nas situações em que os temas principais são a organização e a realização. Mas em sua compulsão, serão poucos aqueles que se adaptarão ao seu alto nível de exigência. Os detalhes tornam-se desproporcionais.

 

Animal Espiritual:
Formiga

O perfil 1 se assemelha muito à imagem da formiga, que trabalha muito e de forma extremamente organizada. A obsessão por ordem fica clara ao ver que cada classe de formiga tem uma função específica na cadeia.

Crescimento (linha branca), Stress (linha preta) e Vícios

Quando em crescimento, o 1 caminha para o 7: toda sua irritação e lado crítico acaba se desintegrando em espontaneidade e alegria, como um saudável 7.

Ao caminhar para desintegração, ou stress, o 1 se torna um 4: o seu lado metódico e prático se transforma em irracionalidade e excesso temperamental.

Reforçando seu lado de perfeição, os vícios do 1 são: excesso de dietas, vitaminas e técnicas de limpeza (jejuns, pílulas dietéticas, enemas). Deixar de comer para demonstrar seu auto-controle: em casos extremos anorexia e bulimia. Álcool também pode se tornar um problema ao surgir como único "remédio" para aliviar a tensão.

CENTRO DE PENSAMENTO:
FÍsico (Corpo)

Três perfis têm seu centro de pensamento no corpo: 8, 9 e 1. Estes tendem a entender o mundo através de uma inteligência composta de sensações cinestésicas e físicas - e muito instinto puro.

corpo.png

Utilizam sua posição e poder pessoais para adequar a vida ao modo como sentem que ela deveria ser.  Prestam mais atenção às necessidade de mérito, conforto, harmonia, pertencimento e respeito. Quando estas coisas são ameaçadas, manifestam-se fúria e raiva.

 

9 Níveis de Desenvolvimento: saudáveis, normais e neuróticos

Existe uma estrutura interna dentro de cada personalidade. Ou seja, cada pessoa adota um tipo de personalidade (de 1 a 9) e acaba navegando dentro destes níveis (1 até 9 também) que influenciam comportamentos, atitudes, defesas e motivações de cada personalidade.

Níveis saudáveis

  • 1.1 - Liberação: Sábio para entender o que é possível, descolam-se da perfeição imaginada e se tornam transcendentalmente realistas, sabendo a melhor ação a tomar em cada momento. Humanos, inspiradores e esperançosos: a verdade será ouvida.
  • 1.2 - Capacidade Psicológica: Conscientes com fortes convicções pessoais: têm um intenso senso de certo e errado, valores religiosos e morais pessoais. Desejam ser racionais, razoáveis, auto-disciplinados, maduros e moderados em todas as coisa - escapando dos vícios listados.
  • 1.3 - Valor Social: Cavaleiros de seus princípios, sempre querem ser justos, objetivos e éticos: verdade e justiça são seus valores primários. Este senso de responsabilidade e integridade pessoal com um propósito elevado, muitas vezes os levam para profissões como professores ou testemunhas da verdade.

níveis Médios

  • 1.4 - Papel Social: Descontentes com a realidade, eles se tornam idealistas de alta mente, sentindo que cabe a eles melhorar tudo: membros de cruzadas, defensores, críticos. Criam gosto por "causas" e saem por aí explicando aos outros como as coisas "deveriam" ser.
  • 1.5 - Controle Interpessoal: Vivem o constante medo de cometer um erro: tudo deve ser consistente com seus ideais. Tornam-se ordenados e bem organizados, mas impessoais, puritanos, emocionalmente constrangidos, rigidamente mantendo seus sentimentos e impulsos sob controle. Muitas vezes workaholics - "compulsivo por atas", pontuais, pedantes e extremamente detalhistas - de uma forma ruim.
  • 1.6 - Compensação Exagerada: Altamente críticos tanto do eu quanto dos outros: exigentes, críticos, perfeccionistas. Muito opinativos sobre tudo: corrigir as pessoas e forçando-as a "fazer a coisa certa" - como eles vêem. Impacientes, nunca satisfeitos com qualquer coisa, a menos que seja feito de acordo com suas prescrições. Moralista, repreendedor, abrasivo, e indignado.

níveis NEURÓTICOS

  • 1.7 - Violação: Podem ser altamente dogmáticos, só enxergando a verdade em si, intolerantes e inflexíveis. Começam a lidar em absolutos: só eles conhecem "A Verdade". Todo mundo está errado: muito severos nos julgamentos, e enquanto isso têm dificuldades de enxergar as próprias ações.
  • 1.8 - Obsessão: Tornam-se obsessivos sobre a imperfeição e o "mal feito" dos outros, embora possam - muitas vezes - cair em contradição, fazendo hipócritamente o oposto do que eles pregam.
  • 1.9 - Destruição Patológica: Fim de linha: Vivem para condenar os outros, se tornam punitivos e cruéis para livrar o mundo dos malfeitores. Depressões graves, crises nervosas e tentativas de suicídio são prováveis. Em geral, correspondem aos transtornos de personalidade Obsessivo-Compulsiva e Depressiva.
Esta descoberta (e a elaboração de todos os traços que compõem cada tipo) foi originalmente feita por Don Riso em 1977, e foi desenvolvido por Don com Russ Hudson na década de 1990. Fonte: Enneagram Institute
 

LINKS INTERESSANTES