yuriy-kovalev-97508-unsplash.jpg

roteiro

Trilha de Conhecimento: Compartilhar conhecimento é aprender duas vezes


Para dividir um pouco de nossas metodologiras e como pensamos nossos serviços, vamos entregar algumas dicas que nos ajudam muito na rotina.

Então, bora falar de algo que amamos: roteiros.

bench-accounting-49027-unsplash.jpg

Logline, que também é chamada de sinopse curta ou storyline, é um resumo de poucos caracteres sobre uma história que você irá apresentar. Ela deve sintetizar toda a narrativa e funciona muito em Hollywood, pois é a forma que os roteiros são vendidos. Uma boa logline é uma boa apresentação.

COMO PARA TODA INFORMAÇÃO DA VIDA, VALE A MÁXIMA: SE VOCÊ NÃO CONSEGUE DIZÊ-LA DE FORMA CURTA E CLARA É PORQUE VOCÊ NÃO A COMPREENDEU AINDA.

 

01. UMA LOGLINE PRECISA DE TRÊS COISAS

Uma protagonista, um objetivo e um desafio, pode ser um vilão ou um acontecimento.

02. NÃO QUERO SABER O NOME DESSA PROTAGONISTA!

Na logline, menos é mais. Toda informação deve ajudar o leitor a criar uma imagem em sua cabeça. Esqueça o nome, traga algo que conte sobre a personagem.
Ex.: Um taxista

03. QUERO UM ADJETIVO NESTA PROTAGONISTA, VAMOS LÁ!

Não é para jogar um adjetivo apenas para deixar o texto bonito, mas sim para trazer algo da trama para sua personagem. É um recurso para aprofundar o leitor na personalidade da protagonista.
Ex.: Um taxista ex-alcóolatra (...)

04. AGORA VAMOS AO OBJETIVO PRINCIPAL DA PERSONAGEM

O que move sua personagem é o que deve mover a trama e também a logline. O objetivo deve aparecer logo no comecinho, ou seu produtor nem terminará de ler seu projeto. Não subestime a logline!
Ex.: Um taxista ex-alcóolatra tenta esconder o atropelamento de dois jovens na estrada em uma de suas recaídas (...)

05. DESCREVA O DESAFIO

Deixe claro contra o quê sua protagonista está lutando. Dê corpo ao vilão ou percalço, não pode ficar a impressão que este é um desafio fácil de ser vencido.
Ex.: Um taxista ex-alcóolatra tenta esconder o atropelamento de dois jovens na estrada em uma de suas recaídas enquanto busca reconquistar a confiança de sua esposa (...)

06. SUA PROTAGONISTA PRECISA AGIR!

Ela deve conduzir a história e com vontade. Uma boa logline irá mostrar a ação da história e a dinâmica da narrativa. Em alguns casos, a protagonista pode ser reativa, mas preste atenção, reativo e passivo não são a mesma coisa.

07. SE POSSÍVEL, COLOQUE ESTÁGIOS OU UM CONTADOR DE TEMPO

A ideia de ter um complicador de tempo ou de etapas para conclusão do desafio dá urgência à trama. Se for possível, insira na logline.
Ex.: Um taxista ex-alcóolatra tenta esconder o atropelamento de dois jovens na estrada em uma de suas recaídas enquanto busca reconquistar a confiança de sua esposa há cinco dias das bodas de 20 anos.

08. CENÁRIO E ATMOSFERA

Se sua história acontece em mundo com regras diferentes a nossa própria e necessita de uma breve configuração para explicá-los, use o início de sua logline. Esse é o caso da maioria das histórias de ficção científica.
Se sua protagonista têm uma história pessoal ou psicológica crucial para a narrativa e precisa ser explicada também use o começo. Vale reforçar, seja breve.

09. NÃO ME CONTE O FINAL! SEM SPOILER, POR FAVOR.

Por mais incrível que seja seu final, aqui não é o momento de contá-lo. Você deve prender o leitor pelo início, pelas possibilidades de desenvolvimento da trama. Um bom final é um bônus para quem ler seu roteiro.

10. SE SUA LOGLINE NÃO TE CONVENCE, DESISTA DA HISTÓRIA.

Se sua logline não parece excitante antes de você embarcar na escrita do roteiro, então talvez seja melhor reconsiderar a ideia de escrever a coisa toda. Se a logline mostra uma história desfocada e confusa, isso não vai melhorar conforme você escreve.

Para fechar, logline é como poesia: escreva, rescreva e rescreva. 


Pontos importantes na Logline

Título
Parte essencial da logline não está nela, é o título. Capriche no título, estes caracteres a mais farão a diferença na hora de vender sua história. É comum não criar nada muito longo, exceto em comédia.
Pense na sua obra como um todo e tente captar algo que só fará sentido ao longo da trama ou ao final. Ex.: "Os Outros".

Gancho
Sua logline precisa fazer o leitor querer ver aquela história. Algo ali precisa maravilhá-lo ou deixá-lo em suspensa, com dúvida, curioso.

Custo e público
É bom pensar que quem lerá sua logline são os produtores e para eles há uma pergunta que é mais importante que qualquer outra: "Qual a chance disso ser um sucesso?". Sucesso é o conjunto de duas variáveis, oportunidade e risco. Oportunidade neste caso é para quem esta obra é dirigida. É um público que assiste ao canal? É um grupo que vai ao cinema? Está na faixa etária desta produtora?
Risco é o custo da obra. Quanto precisaremos gastar para produzi-la?

Produzir um levante zumbi no meio de um shopping lotado é muito mais caro que uma perseguição de carros na estrada. Isso estará na sua logline de uma forma ou outra, tenha consciência disso.